Manuel Fernandes: «Robson era como se fosse da minha família»

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Manuel Fernandes: «Robson era como se fosse da minha família»

Mensagem por Rated R Jony em Sab Ago 01, 2009 5:13 am

EX-ADJUNTO NO SPORTING LEMBRA DESPEDIMENTO

O treinador da União de Leiria, Manuel Fernandes, considera o desaparecimento de Bobby Robson, de quem foi adjunto do Sporting, "uma perda muito grande para o futebol mundial".

Manuel Fernandes integrou a equipa técnica de Bobby Robson que orientou o Sporting entre 1992 e 1994 e encara a morte do técnico inglês como "uma coisa muito triste", porque "era como se fosse uma pessoa da minha família".

Bobby Robson morreu hoje, aos 76 anos, vítima de cancro, na sua casa no condado de Durham.

"Nos dois anos que tivemos de convívio, ele, para além das suas capacidades profissionais, era um homem que nos ensinava muito na vida social. Era um homem com um sentido de humor extraordinário, humor que metia no trabalho, mas sempre com apetência extraordinária para o trabalho", recorda.

O actual técnico da União de Leiria assume ter recebido diversas influências de Bobby Robson: "Foi um homem que me ensinou muito. Bebi muito dele. Foi dos melhores que conheci. Um homem que consegue liderar um grupo de forma extraordinária, pela sua forma de estar na vida".

Ainda hoje, quase duas décadas depois de terem trabalhado juntos, o primeiro adjunto que o britânico teve em Portugal, assume utilizar métodos que aprendeu com Robson.

"Há coisas dele que não passam de moda. Não foi por acaso que teve um percurso brilhante. Nem toda a gente em Inglaterra é 'Sir'. Ele conquistou isso pela brilhante carreira que fez na sua vida desportiva", frisou.

Depois de terem treinado o Sporting, Manuel Fernandes e Robson encontraram-se diversas vezes: "Já não o via há algum tempo, mas encontrei-o em Lisboa várias vezes e conversávamos... é uma notícia muito triste para mim. Ele lutou até onde pôde."

A antiga glória do ataque do Sporting lembra a viagem à Holanda que fez com o presidente Sousa Cintra e o director técnico Juca, "também já desaparecido", para contratar Bobby Robson, que tinha sido bicampeão holandês pelo PSV Eindhoven.

"Encontrámo-nos na academia do PSV e logo aí sentimos que era um homem de grande sentido de humor e responsabilidade muito grande", sublinha.

Mas, Manuel Fernandes lamenta também a saída de Bobby Robson do Sporting, no decorrer da época 1993/94:

"Íamos à frente do campeonato. Foi pena, se tivéssemos continuado, o Sporting tinha sido campeão, porque na minha opinião, era a melhor equipa do Sporting dos últimos 30 anos: com Figo, Paulo Sousa, Balakov no meio-campo, Juskowiak, Cadete e Iordanov na frente... Muitos sportinguistas, e eu em particular, recordam essa equipa e a forma como saímos do Sporting nessa altura".


@ RECORD

Rated R Jony
Mister
Mister

Mensagens : 2064
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum