Leia mais duas novas críticas de EdP

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Leia mais duas novas críticas de EdP

Mensagem por Rated R Jony em Sex Jul 17, 2009 6:37 pm

É com imenso prazer que apresentamos mais duas críticas de Harry Potter e o Enigma do Príncipe, escritas por membros da equipe Oclumência.

Eu, Guto Heyerdahl e Lucal Alves assitimos a Enigma do Príncipe e viemos aqui dividir nossas impressões com todos que acessam o OCL.

Enquanto a minha crítica aponta principalmente dois detalhes que influenciam Harry Potter e as Relíquias da Morte, Lucas analisa o filme como um todo, tornando ambos os textos interessantes.

Continua acessando o Oclumência, pois notícias de Relíquias da Morte virão, e, como semprem, estarão aqui na maior velocidade e qualidade possível. Clique no link abaixo para ler ambas as críticas.

Crítica de Harry Potter e o Enigma do Príncipe
Por Guto Heyerdahl
Incrível. Desde quando saí do cinema até agora esta foi a única palavra que resumiu completamente Harry Potter e o Enigma do Príncipe. Palavras como genial, triste, tenso, engraçado… Todas elas somente se aplicam a momentos do filme. O que me faz escolher, mesmo que inconscientemente, a palavra ‘incrível’ é que ela até agora é a única que diz respeito a todos os momentos, que podem, por sua vez, serem separados em geniais, tristes, tensos e engraçados.
É um filme equilibrado. Os momentos engraçados se alternam com os momentos tensos de forma inteligente, que não faz perder o ritmo, deixando as duas horas e muito do filme parecendo uma experiência quase momentânea.
Mas, novamente, existe algo no caminho da perfeição, que somente fãs que já leram todos os livros irão perceber. Mesmo erro ocorreu em Ordem da Fênix, mas por motivos diferentes: a falta de um detalhe bobo que aparentemente não muda nada, mas viria a influenciar a história no final da saga.
Em Ordem da Fênix foi o espelho de Sirius para Harry, mas este erro é perdoável, já que Relíquias da Morte não tinha sido lançado ainda.
Em EdP, são dois:
(I) O Anel de Servolo é superficialmente explicado, e em momento algum o símbolo das relíquias da morte é visto nele. Isso compromete a forma como Harry associa o anel às Relíquias da Morte, comprometendo assim boa parte da história.
(II) No filme, logo antes do beijo, Gina esconde o livro pertencente ao Príncipe Mestiço. O problema é que ao esconder o livro, no livro Enigma do Príncipe, Harry usa uma certa diadema para se lembrar onde o escondeu. Essa diadema, se descobre depois, é uma das Horcruxes, e é por causa dessa parte que Harry se lembra dela.
Dentre esses problemas, o segundo é de facílima resolução. O primeiro já me parece mais complicado, mas é lógico que Steven Kloves dará seu jeito.
Saindo do assunto problemas, tem o final do filme. Do momento em que Harry e Dumbledore viajam para a caverna até o final o filme é simplesmente impecável, emocionante a ponto de me fazer chorar.
Todo o resto sobre o filme já foi tão debatido e escrito que me parece inútil escrever mais uma vez. Só queria chamar a atenção para estes dois pequenos detalhes, que muitos parecem não ter notado.

—————————————————————————————————
Crítica de Harry Potter e o Enigma do Príncipe Por Lucas Alves.

Dia 15 de Julho; parecia uma data tão distante que só pude acreditar que eu iria assistir Harry Potter e o Enigma do Príncipe (2009) quando estava na enorme fila de espera para entrar na sessão. E aí está um diferencial da série Harry Potter, passa ano, entra ano, e lá estamos nós, esperando. Mas, será que os produtores e toda a equipe por trás dos filmes não pensam nisso? Claro que pensam, embora muitos acreditem que não.

Harry Potter e o Enigma do Príncipe, como Ordem da Fênix, é uma espécie de revolução, não dentro da história, mas sim nos detalhes; é incrível ver como tudo muda, sim, parece que muda tudo. Pode até ser a sensação de que é um filme novo, mas não. Embora todos digam “Ah, é muito romance”, “Ah, tem muita comédia”, tudo bem, existe muito disso, mas até o romance chega a ser sombrio, culpa da impecável fotografia de Bruno Delbonnel, que mostra através de ângulos, cores fortes e outras coisas o clima tenso e preocupado que envolve Hogwarts.

David Yates desempenha seu papel de diretor novamente com excelência, explorando algo muito delicado, entretanto simples. É incrível e por certas vezes emocionante ver a amizade entre Harry e Hermione; e Daniel Radcliffe e Emma Watson definitivamente não deixam a desejar, entregando até agora suas melhores atuações em filmes da série.

Não fosse pelos alívios cômicos proporcionados por Rony Weasley, interpretado pelo incrível Rupert Grint, e por sua nova namorada, Lilá Brown, o filme seria, quem sabe, um verdadeiro drama. Algo que realmente me decepcionou foi a enorme ausência de um personagem tão querido pelos personagens; me parece, pelo menos, que Hagrid simplesmente foi esquecido, sim, já que Rony e Hermione não o viram nenhuma vez esse ano.

Como disse anteriormente, os três protagonistas entregam suas melhores atuações até o momento, mas não são os únicos. Michael Gambon finalmente encontra Dumbledore dentro de si, calmo e manso, exatamente como retratado nos livros; não podemos nos esquecer também do brilhante Jim Broadbent, que entrega um Slughorn extremamente fiel a sua descrição. Mas quem chama realmente a maior atenção é Tom Felton, que pela primeira vez tem a chance de mostrar seu potencial, e o faz; Draco é o mesmo arrogante e chato de sempre, mas ele se encontra entre a cruz e a espada, e talvez isso nos deixe um pouco mais simpatizados com ele; ele tem que fazer, mas não o quer.

Muitas cenas desnecessárias? Quem sabe. Elas até poderiam não serem desnecessárias não fosse pela falta de explicação dos horcruxes; elas de repente aparecem na história, e 2 minutos depois eles estão em busca de uma, e explicação descente? Opa, o que é isso?

Enigma do Príncipe é um filme espetacular, para mim, o melhor até aqui, o mais sombrio, entretanto como sempre digo, não podemos comparar livro com filme, já que são universos distintos, cada um com suas particularidades, qualidades, e obviamente, defeitos. E que venha Relíquias da Morte, e se David Yates melhorar um pouco, bem, acho que então Enigma do Príncipe tem pouco mais de um ano no topo da minha lista de filmes de Potter favoritos.


@ Oclumência

Rated R Jony
Mister
Mister

Mensagens : 2064
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum