Hugo Almeida concorda com chamada de Liedson

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Hugo Almeida concorda com chamada de Liedson

Mensagem por Rated R Jony em Seg Ago 03, 2009 7:15 pm

DEFENDE QUE FOI ABERTO PRECEDENTE COM DECO E PEPE

O internacional português Hugo Almeida, futebolista do Werder Bremen, afirmou em entrevista à Lusa ter de concordar com a convocatória de Liedson para a Seleção porque "Deco e Pepe já lá estão".

"Se Liedson é português e pode ir à Seleção, se o selecionador acha que é uma boa opção à por que não? Se o Deco e o Pepe já lá estão, tenho de concordar", comentou Hugo Almeida, para quem o importante é que sejam "bons jogadores que ajudem a Seleção a conquistar vitórias".

Questionado sobre se a chamada de Liedson pode pôr em causa o estatuto de titular que conquistou com Carlos Queiroz, Hugo Almeida desvaloriza:

"Não estou preocupado se vou perder a titularidade para o Liedson, só quero fazer o meu trabalho no clube e deixar o seleccionador decidir".

No entanto, confessou que ficará "triste" se deixar de ser titular, embora assegure que não vai "entrar em guerras" com Queiroz sobre "quem joga ou deixa de jogar" e que se for para o banco falará com o selecionador para "ir ao encontro" do que ele pretende.

Sobre a má campanha que a selecção tem feito na fase de apuramento para o Mundial'2010, Hugo Almeida ilibou o selecionador: "Nem o 'mister' nem os jogadores, cuja qualidade é indiscutível, têm culpa porque estamos a viver uma fase de transição, após a saída de jogadores importantes e a entrada de outros mais novos que precisam de tempo".

O avançado do Werder Bremen apontou, ainda, a "falta de eficácia na finalização" para justificar os resultados menos positivos, tendo em conta que a Seleção "cria oportunidades de golo".

A propósito da adaptação aos métodos de Queiroz, o avançado confessou gostar de "trabalhar" com o técnico e considerou que a questão da metodologia não é relevante porque "são os jogadores que fazem a diferença".

Já sobre Scolari, diz que merecia que este lhe tivesse dado "mais oportunidades" para jogar, mas ressalvou que sempre respeitou as decisões e que só lhe restava, como fez, trabalhar para "provar que ele estava errado".

O facto de agora ter ganho o estatuto de titular faz com que Hugo Almeida reconheça que "é uma aposta" de Queiroz e se considere "grato" ao actual selecionador, a quem tem "dado o máximo para o ajudar".

Desafiado a demarcar as diferenças entre Queiroz e Scolari, Hugo Almeida recorreu a uma imagem automobilística: "É como comparar um Audi com um Fiat (não identificou um e outro). Não têm nada a ver. São diferentes, cada um tem os seus métodos, a sua maneira de pensar, não deixam de ser bons treinadores e gostei de trabalhar com ambos".

Quanto à qualificação para o Mundial da África do Sul, reconhece que "está complicada", mas mostra-se convicto de que Portugal "vai apurar-se", encarando os jogos que faltam "como finais" e porque esta "é a última oportunidade para alguns jogadores estarem numa fase final, enquanto os mais novos não querem estar mais quatro anos à espera".

Hugo Almeida (25 anos) começou bem a pré-época, sente-se "satisfeito" com o seu rendimento e com os cinco golos que já marcou em seis jogos, situação à qual não é alheia o trabalho específico que tem vindo a fazer com o treinador de "fitness" do Werder Bremen.

"Estava acima do meu peso, perdi seis quilos e sinto-me mais leve", revelou o avançado português, que tem jogado regularmente, à semelhança do que sucedeu na segunda fase da época passada, na qual foi "sempre titular", considerando que "está na altura de se afirmar definitivamente".

Diz-se realizado por estar num grande clube, mas confessa que gostaria de "dar o salto para Espanha ou Inglaterra", cujos campeonatos o "fascinam".

A saída de Diego do Werder Bremen para a Juventus leva-o a considerar que "faz falta e que será difícil substitui-lo", porque se trata de um "craque", mas revela esperança que o jogador contratado para o substituir, Marco Marin, também "tenha muita qualidade".

Considera o Werder Bremen candidato ao título alemão, a par do Bayern e de mais seis ou sete equipas, uma vez que o campeonato "é muito competitivo".

"Quase todos os anos há um campeão diferente, a época passada ganhou o Wolsburgo, na anterior o Bayern e há dois anos o Estugarda. Há sempre luta renhida pelo título", lembrou Hugo Almeida.

Em relação à pré-época do futebol português confessa ter visto "um jogo do FC Porto, três do Benfica e resumos do Sporting", acha que Lucho e Lisandro "vão fazer falta" aos campeões nacionais, apesar destes terem "contratado jogadores de qualidade" e que o Benfica se reforçou "muito e bem".

Para Hugo Almeida, o FC Porto não deixa de ser "o principal favorito ao título", mas concede que gostou de ver o Benfica no Torneio de Amesterdão, onde demonstrou ser uma equipa "mais compacta" do que nos últimos anos e capaz de praticar "um futebol atractivo".


@ RECORD

Rated R Jony
Mister
Mister

Mensagens : 2064
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum